quarta-feira, 8 de fevereiro de 2012

Luísa Sobral entre os eleitos por revista francesa

 

A cantora Luísa Sobral está entre os cinco artistas portugueses que a revista francesa «Les Inrockuptibles» destaca da actual música portuguesa que merece ser ouvida.
Na página oficial da Internet, a revista revela as suas escolhas para 2012 e, no que toca ao «país das Descobertas», como descreve Portugal, foram seleccionados a cantora Luísa Sobral, os Best Youth, os X-Wife, os a Jigsaw e os Utter, apresentando-os com uma pequena biografia e três telediscos.
Sobre Luísa Sobral, a cantora que se deu a conhecer com o álbum «The Cherry on My Cake», a publicação diz que ela pratica um «pop jazzy» com muito sentido de humor e delicadeza, com reminiscências de uma «Amèlie Poulain», mas também sonoridade de Regina Spektor, Feist ou Stacey Kent.
Os Best Youth são um duo do Porto, formado por Ed Rocha Gonçalves e Catarina Salina, e editaram o EP «Winterlies», que para a revista pode ser um remédio para ultrapassar a «crise financeira de um país cheio de história».
Outro dos destaques é o grupo X-Wife e a revista foca-se no vocalista, João Vieira, um dos motores de uma banda que combina a rudez do rock com a electrónica e que convoca Gang of Four, Suicide, Foals e Bloc Party.
Para a Inrocks, os Utter, um quinteto de Braga, estão próximos dos Sigur Rós e de um «som depurado» com o álbum «Empty Space».
Com os a Jigsaw, de Coimbra, e com o álbum «Drunken Sailors & Happy Pirates», a revista diz que se sente a atravessar o Atlântico e a cruzar-se com Tom Waits e Leonard Cohen.

Sem comentários:

Enviar um comentário