segunda-feira, 2 de janeiro de 2012

Paco Bandeira suspeito de violência doméstica

 

O cantor Paco Bandeira vai ser julgado, no Tribunal de Oeiras, por violência doméstica contra a mulher e maus tratos contra a filha menor, segundo avança o «Correio da Manhã» do passado sábado.
De acordo com o jornal, a segunda mulher do músico terá sido agredida e ameaçada ao longo de 12 anos, entre 1997 e 2009.
O jornal cita vários exemplos de violência, entre os quais uma vez em que Paco Bandeira teria encostado um revólver à cabeça da esposa quando esta teria a filha de três anos ao colo.
O «Correio da Manhã» recorda que a primeira mulher de Paco Bandeira foi encontrada morta em 1996 com uma bala na cabeça proveniente do revólver do cantor. Na altura, contudo, a investigação conclui ter se tratado de suicídio.

Cantor diz-se «alvo de cabala»

O cantor defende-se das acusações no Facebook: as notícias são «uma retaliação/vingança pelas canções» do último disco.
Paco Bandeira reclama que as notícias de agressão doméstica à segunda mulher não passam de uma cabala dos meios de comunicação social pois o cantor teve a «ousadia de pôr em causa a chafúrdia que vai na inquisição social», segundo escreve o jornal «i», citando declarações suas no grupo «Paco Bandeira em Legítima Defesa» que terá criado no Facebook.

Sem comentários:

Enviar um comentário