domingo, 28 de outubro de 2012

RosaNegra e André Carvalho vencem Prémio Carlos Paredes 2012

 

Os trabalhos discográficos «Hajime» de André Carvalho, e «Fado Mutante» dos RosaNegra foram premiados em ex-aequo na edição de 2012 do Prémio Carlos Paredes, uma iniciativa promovida pela Câmara Municipal de Vila Franca de Xira.
O projecto RosaNegra conta já com cinco anos de vida, dois álbuns e muitos concertos. «Fado Latino» é o título do primeiro álbum, editado mundialmente pela companhia anglo-americana ARC e tinha fundamentado a sua linhagem fadista no nosso passado sefardita e moçárabe.
Mais tarde, o projecto lança «Fado Mutante», o segundo disco que, de acordo com o grupo, aponta directamente para um futuro intemporal, com uma linguagem mais subtil e mais apaixonada, mais intemporal, mas formalmente mais contemporânea, cheia de contrastes e improbabilidades, perspectivando o fado como um ser orgânico que, por estar vivo, está em constante mutação.
A banda é agora composta por Rui Filipe Reis (direcção, teclados e violões), Jonas Lopes (voz), Cindy Gonçalves (violino), Sandra Martins (violoncelo e clarinete), Marcos Alves (percussões) e José Paiva (guitarra portuguesa). Todos os temas são da autoria do próprio Rui Filipe Reis e de J.J.Galvão.
Por seu lado, «Hajime» é o álbum de estreia do contrabaixista André Carvalho. Assinando todos os temas, o músico edita o seu disco pela editora de jazz portuguesa Tone of a Pitch.
Zé Maria, Bruno Santos, Filipe Melo e João Rijo são os elementos que formam o quinteto. O disco conta com a participação especial da cantora Mariana Norton.
Combinando o jazz contemporâneo com a música clássica, música contemporânea e um toque de música portuguesa, as composições surgem com uma abordagem original em que a improvisação é o elemento aglutinador.
Na presente edição do Prémio Carlos Paredes 2012 integraram o júri José Jorge Letria, na qualidade de representante da Câmara Municipal de Vila Franca de Xira, Carlos Alberto Moniz, compositor, músico e representante da Sociedade Portuguesa de Autores (SPA), Ruben de Carvalho, crítico musical, e Pedro Campos, compositor e músico.
Bernardo Sasseti, Mário Laginha, Pedro Jóia e Ricardo Rocha foram já contemplados com este galardão.

Sem comentários:

Enviar um comentário